Aperte "Enter" para pular para o conteúdo

Tratamento de sementes – Milho Segunda Safra

Tratamento de sementes em milho segunda safra – o quão importante essa atividade é?

Nos últimos anos a cultura do milho saiu do patamar de “Safrinha” para a estabilizada “Segunda Safra”. A necessidade deste produto vem aumentando nacionalmente cada vez mais.

Na agricultura, gradativamente temos aprendido atender o manejo necessário que a cultura exige assim como um dia fora feito com o Soja.

Com a boa valorização do grão, precisamos aumentar nossa produtividade com a mesma quantidade de terra que temos, portanto, estamos vivendo mais um desafio na Agricultura do Brasil!

A necessidade de alcançar elevados patamares de produtividade tem levado a uma crescente preocupação com a adubação das culturas, principalmente à base de micronutrientes.

A sensibilidade à deficiência de micronutrientes varia conforme a espécie de planta.

O milho possui alta sensibilidade a deficiência de zinco, média a de cobre ferro e manganês e baixa à de boro e molibdênio.

No Brasil, em suma o zinco é o micronutriente mais limitante à produção do milho, sendo a sua deficiência muito comum na região central do país.

Tratamento de sementes – Uma ajuda extra

Frequentemente, no momento inicial do plantio, uma decisão importantíssima a ser analisada é o tratamento de semente nutricional para o arranque da plântula.

Assim, o uso adequado de um tratamento de semente a base de Zinco, traz mais estabilidade para o desenvolvimento de raízes e radículas para o aumento da absorção de nutrientes do solo.

Como o milho tem raízes fasciculadas, não há uma raiz principal para estruturação e absorção de nutrientes.

Sendo assim quanto maior o estímulo do desenvolvimento das radicelas, mais nutrida a planta se mantém, consequentemente, maior a produtividade.

Por outro lado com relação aos métodos de aplicação, os micronutrientes podem ser aplicados no solo de três formas:

  • na parte aérea das plantas através da adubação foliar;
  • nas sementes, com TS (tratamento de sementes);
  • e através da fertirrigação.

Em experimentos comparando métodos de aplicação de zinco em milho na Embrapa Cerrados, há maior eficiência da aplicação do sulfato de zinco a lanço incorporado ao solo.

Em seguida temos a pulverização foliar, porém a aplicação nas sementes, em doses menores também mostrou-se eficiente na produção de grãos.

Nesse sentido, o zinco é um cofator nas reações enzimáticas, ou seja, participa de diversos ciclos bioquímicos das plantas, incluindo:

  • Fotossíntese e formação de açúcares,
  • Síntese de proteínas,
  • Fertilidade e produção de sementes,
  • Regulagem do crescimento e defesa contra doenças.

Dessa forma essas enzimas e hormônios têm papéis fundamentais em diversos ciclos bioquímicos das plantas.

Podemos citar:

  • o metabolismo de carboidratos:
  • durante a fotossíntese e na conversão de açúcares em amido,
  • no metabolismo de proteínas e de auxina (regulador de crescimento),
  • na formação de pólen,
  • na manutenção da integridade de membranas biológicas
  • na resistência às infecções por agentes patogênicos.

Lembrando ainda que o zinco também participa do metabolismo do nitrogênio, sendo extremamente essencial à planta.

CONCLUSÃO

Em conclusão o milho é muito responsivo a tratamentos nutricionais, desde o tratamento de semente à adubação no solo.

Portanto se entendermos a necessidade nutricional de cada cultura, o posicionamento correto do nutriente em cada momento específico conseguiremos a resposta em produtividade na lavoura.

Por fim, sempre consultando o Engenheiro Agrônomo qualificado para cada situação, podemos sim, alcançar nossos desafios de produtividades nas nossas lavouras.

Restou alguma dúvida? Nos deixe um comentário!

 

Matéria por: Mariane Ferrarezi

2 Comments

  1. Amanda Da Silva 8 de junho de 2021

    Sou a Amanda Da Silva, gostei muito do seu artigo tem
    muito conteúdo de valor parabéns nota 10 gostei muito.

  2. Marina Da Silva 19 de junho de 2021

    Sou a Marina Da Silva, gostei muito do seu artigo tem
    muito conteúdo de valor parabéns nota 10 gostei muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *