Aperte "Enter" para pular para o conteúdo

Brasil já exportou mais soja até agosto de 2020 do que em 2019 inteiro

O Brasil surpreendeu mais uma vez nas vendas de soja para o exterior. Somando o total exportado de janeiro a agosto de 2020, já foram mais de 75,4 milhões de toneladas, isto representa 4% a mais do que o volume total exportado em 2019. Com base nisso, a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), já passa a considerar a possibilidade de que 2020 quebrará o recorde de 82,8 milhões de toneladas exportadas em 2018.

Se comparados os volumes de exportação do mês de janeiro até agosto deste ano com o mesmo período de 2019, observamos uma evolução de 34%, cujo qual o volume total foi de 56,4 milhões de toneladas exportadas. Já se comparados com o mesmo intervalo de tempo de 2018, vemos uma elevação de 15,6% do total vendido, onde foi-se exportado 65,2 milhões de toneladas.

“Em 2018 exportamos um total de 82,8 milhões de toneladas. Não estamos muito longe disso, ainda mais considerando a programação de embarques que já temos para setembro”, afirma Sérgio Mendes, o diretor-geral da Anec.

Baseando-se na programação dos portos, há uma previsão de que poderá ser vendido 4,1 milhões de toneladas de soja em setembro, segundo a entidade. Juntando o total já exportado este ano com a previsão para o mês de setembro, daria um total de 79,6 milhões de toneladas. Vale ressaltar que até agosto a previsão da Anec era de que o Brasil exportaria um total de 78 milhões de toneladas em 2020.

“Certamente devemos fechar o ano com mais de 80 milhões de toneladas de soja vendidas ao exterior. Não sei quanta soja ainda há estocada, a exemplo do que aconteceu em 2018. Se for parecido e, tiver uma boa quantidade, acredito que o país consiga sim vender mais do que naquele ano. Se não tiver, teremos vendas mensais atípicas de outubro a dezembro, com os volumes mais baixos que já se viu”, diz Mendes.

Fonte: Canal Rural.
Foto: The Rio TImes.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *